Cairo: Eu Falei Faraó, Ó, Ó

O Egito foi o primeiro país que tive problemas por ser uma mulher viajando de forma independente. Tive mal entendidos na Imigração, na entrada de bares ao tentar comprar, por exemplo, uma Coca-Cola, ou mesmo por ajeitar meu longo e escuro cabelo em público. Tive problemas pelo conteúdo da minha mala, pela quantidade de dinheiro que carregava, pelos carimbos do meu passaporte. Tive também poucas explicações quando tentei conversar com o povo local sobre a situação atual do país.

Cairo, Egito

Eu entendo o silêncio e respeito. Veja, dois anos atrás eu estava em Myanmar, país incrível porém desolado por uma Guerra. Assim, aprendi a ser delicada ao tentar uma aproximação com os nativos e cuidado com às Autoridades. Mas nem por isso desisti de viajar e, até agora, foi uma das decisões mais certas que tive! Acredito que há sempre mais gente bacana e disposta a te receber com um sorriso no rosto que o inverso.

Khan el-Khalili, um dos mercados mais antigos do mundo

Acredito hoje que o Egito é um país de alerta, tanto sócio quanto politicamente falando. É rico em belezas, história e de uma cultura milenar, mas ainda assolado por um cenário brutal de inferioridade feminina e insegurança.

Comércio em Gizé, Egito

Cairo é a capital do país e maior cidade do mundo árabe e, consequentemente, da África. A religião predominante é o islão e há uma minoria copta, uma das vertentes mais antigas do cristianismo. Estima-se que quase 90% da população muçulmana seja de sunitas.

Ruas do Cairo, Egito

Passei três dias no Cairo e achei o suficiente para conhecer os principais pontos turísticos. Como o trânsito é um tanto caótico, você precisará programar bem direitinho as saídas diárias para otimizar ao máximo.

Pelas ruas do Cairo

Existe Uber na cidade, mas as placas são (adivinhem) em árabe! Se você, mero mortal como eu, não domina a língua, aconselho tentar dividir um transfer, que pode ser facilmente contratado na recepção de seu Hotel/Hostel ou fechar passeios com agência de turismo. Eu optei pelo primeiro, pois na altura viajava com minha irmã e madrinha e, no geral, fujo dos passeios programados. Custou US$ 10 para cada, o dia inteiro.

Você precisa saber agora:

Moeda: Libra Egípcia (ou dólar, facilmente aceito)

Golpinhos/dia: US$ 23,00

Se perder, vai ter que voltar: Sound & Light Show (pode ser visto em Gizé ou Luxor)

Sobraram Golpinhos? Vá ao Museu do Cairo

Dia 1 – Necrópole de Gizé

Gizé, Egito

O que muita gente não sabe é que o Complexo é formado por vários Monumentos: Pirâmide de Quéops, Pirâmide de Quéfren e Pirâmide de Miquerinos. A Grande Esfinge – a cereja do bolo – encontra-se no lado leste.

Pirâmide de Quéops, Egito

Gizé fica nos subúrbios do Cairo. Assim como a famoso Taj Mahal, na Índia, as Pirâmides estão localizadas no centro de um lugar extremamente pobre e tumultuado.

Não senti clima de insegurança em momento algum, porém é necessário atenção aos Guias dentro do Complexo, pois no Egito não há informação turística sem pagar. Eles podem até te falar que não querem nada em troca, mas no final haverá uma cobrança – formal ou informal – pelas dicas sobre o local. O que sim, é compreensível, já que muitos ali vivem do turismo.

Dica: Dá sim para visitar essa Pirâmide por dentro, mas são apenas 300 visitas diárias – ou seja, chegue cedo! E eu aconselho muito, pois é uma experiência única. O valor do ingresso com a entrada é de EGP 150, algo em torno de R$ 27,00.

Pirâmide de Quéfren, Egito

A Pirâmide de Quéfren custa EGP 25, cerca de R$ 4,50. Essa eu apenas vi por fora, pois estava um calor absurdo no Complexo e ainda faltava visitar a Esfinge.

Grande Esfinge, Egito

Horário de funcionamento:

⦁ Véspera do Ramadan – Maio: 7:00 as 19:00
⦁ 1º dia do Ramadan – Abril: 08:00 as 17:00

Muitos turistas vão ao Museu do Cairo na parte da tarde, após visitar às famosas Pirâmides. Nós optamos por dar uma volta pela cidade e ver de perto o Rio Nilo. E, claro, provar os inúmeros doces árabes!

Refresco de cana-de-açúcar em Gizé, Cairo

Dia 2 – Mesquitas e a Comunidade Copta

Cairo tem duas grandes Mesquitas abertas à visitação: Amr Ibn Al-As e Muhammad Ali. Vale lembrar que por se tratar de locais religiosos, dentro das Mesquitas devemos tirar os sapatos e cobrir eventuais decotes. Joelhos e cotovelos não devem ficar à mostra. Na primeira, você consegue alugar, logo na recepção, roupas e chinelos apropriados para entrar.

Mesquita de Amir, Cairo

Foi a primeira Mesquita construída no Egito, originalmente construída em 642.

Interior da Mesquita de Amir, Cairo

Assim que você entrar, terá um Guia próprio do local que te explicará um pouco sobre as principais orações do dia. Eu, curiosa que sou, abusei no questionário e fui pacientemente respondida. Infelizmente, esqueci o nome de meu guia.

Interior da Mesquita de Amir, Cairo

Já a estupenda Mohammed Ali, ou Mesquita do Alabastro, com capacidade para receber cerca de 10.000 pessoas, possui uma área externa muito maior, que contempla um jardim e uma vista da cidade do Cairo.

Mesquita Mohammed Ali, Cairo

Toda de mármore, é simplesmente uma das mais belas que já vi pelo mundo – ok, ok, desconsiderei às de Istambul. Ah! Entrada de graça!

Mesquita Mohammed Ali, Cairo

Reserve um bom tempo para se perder dentro do local, pois seus detalhes arquitetônicos são maravilhosos, dignos de uma visita com calma e atenção.

Detalhes do interior da Mesquita Mohammed Ali, Cairo

Dignas do orgulho egípcio, as lamparinas no teto foram construídas em 1848 pelo Governo do Primeiro Império do Islã.

Detalhes do interior da Mesquita Mohammed Ali, Cairo

Agora vamos à Comunidade Copta do Cairo. Certifique-se de visitar o local antes das 16h, pois devida segurança contra possíveis ameaças terroristas islâmicas – existe um bloqueio militar – o entorno é fechado.

Direções da Comunidade Copta

Os pontos turísticos ficam concentrados na chamada Fortaleza da Babilônia. Lá você poderá visitar o Museu Copta, a Igreja Ortodoxa Copta de Santa Virgem Maria e também a Igreja de São Jorge. Existe uma estação de metrô cuja saída está bem à frente dos Monumentos: a Mar Girgis. O valor do Museu é de EGP 27, R$ 5,00.

Igreja de São Jorge, Cairo

Dia 3 – Khan el-Khalili e Show de Som e Luzes

Khan el-Khalili é considerado um dos mercados mais antigos do mundo. É algo similar à Rua da Alfândega, para nós cariocas. Nele você vai achar desde souvenirs até artigos de luxo, como tapetes persas e tecidos de dança. Foi no Khan que eu comprei vários quadros tipicamente egípcios e aprendi a barganhar com o povo local.

Khan el-Khalili

Dica: Instale em seu celular o app “Conversor de Moedas” e leve também consigo uma calculadora. Os egípcios podem fechar o negócio, muitas vezes, considerando 70% de desconto no produto de seu interesse. Mostre seu poder de lábia!

Comércio no Cairo

Comércio no Cairo

À noite indico programar-se para o show de Som e Luzes nas Pirâmides de Gizé. O espetáculo conta a história dos egípcios e permite que você ande pelo Complexo de noite! Eu não o assisti no Cairo, mas sim em Luxor. Para conferir basta clicar aqui!

Hospedagem:

• Cairo – Albergue Sufi House, R$ 62,00 o quarto para três. Hostel antigo por fora, porém renovado por dentro. Fica próximo do centro e com café da manhã incluso. Achei de bom custo-benefício.

Checklist

Seguro obrigatório para brasileiros: Não, mas aconselho a fazer.

Vacina obrigatória para brasileiros: Sim. Deve ser tomada a vacina contra febre amarela com 10 dias de antecedência e levar o comprovante internacional.

Imigração: Tive inúmeras vistorias de mala na saída do aeroporto, após a Imigração. Na última entrada, fui obrigada a fazer um exame de ultrassom para convencer as autoridades de que não carregava drogas em mim. Dica de irmã: tenha sempre o contato de sua Embaixada.

Documentação para brasileiros: Passaporte e Visto (uma ou múltiplas entradas). O visto pode ser adquirido ao desembarcar no Cairo ou, para quem mora no Rio de Janeiro, ser solicitado no Consulado Geral da República Árabe do Egito, no bairro de Botafogo.

Importância Global: A Grande Pirâmide de Gizé é a única das 7 Antigas Maravilhas do Mundo ainda de pé!

Para mais fotos dessa viagem, clique aqui!

 

♥ Gostou? Então curte minhas fotos dessa viagem no Instagram! Quer mais dicas e ajuda com a sua viagem? Peça já o seu roteiro totalmente personalizado!

(Visited 985 times, 1 visits today)