Foz Do Iguaçu: Doze Amigos E Uma Van Pela América do Sul

Em meados de agosto fui convidada para um jantar de amigos sem grandes pretensões. Noite de chuva no Rio, pão de queijo na mesa, novo clip da Anitta na televisão. Sabe aqueles encontros bimestrais da galera do trabalho que virou amigo quase de infância?

Até que um ser humaninho (adivinhem quem?!) lança uma pergunta ao ar: como eu faço para turistar em três países com apenas R$ 1.000,00 em um só final de semana?

Cataratas do Iguaçu, Brasil

Pois bem, sejam bem-vindos ao post sobre 12 amigos numa van cruzando Foz do Iguaçu/Brasil, Misiones/Argentina e Ciudad Del Este/Paraguai.

Marco das Três Fronteiras, Foz do Iguaçu

Você precisa saber agora:

Moeda: Reais e Pesos argentinos

Golpinhos/final de semana: R$ 1.000,00 (considerando tudo: passagem aérea, alimentação, locação da van, hospedagem e alimentação)

Se perder, vai ter que voltar: Cataratas de Foz do Iguaçu

Sobraram Golpinhos? Conheça o lado argentino das Cataratas

Parque Nacional Iguazú

Como o grupo só foi crescendo – de seis, foi para oito, depois para dez e finalizou em 12 viajantes – optamos por alugar uma van que ficasse a nossa disposição por todo o final de semana. Falando assim até parece fancy, mas na real foi o melhor custo-benefício para a trip. Lembrando que queríamos ver o máximo de pontos turísticos possíveis (foi aquela viagem bem ao estilo “nunca mais eu vou dormir”) e com a mesma quantidade de grana para todos.

Foz do Iguaçu, Brasil

Para quem possa interessar, utilizamos a Iguassu Vans e fomos muito bem atendidos pelo Leandro. Ele caiu como um anjinho em nossas vidas, nos tirando de várias furadas para “gringo ver”.

Parque Nacional Iguazú

Dia 1 – Parque das Aves + Parque Nacional do Iguaçu (lado Brasil e Argentina)

O Parque das Aves fica bem próximo das Cataratas do Iguaçu, então é uma ótima pedida conhecê-lo antes da atração principal. Com cerca de mil aves e mais de 100 espécies brasileiras, o parque fica aberto todos os dias, das 08h:30 às 17h e custa R$ 45,00 para nós brasileiros (e não moradores de Foz). Para a tabela completa de preços, clique aqui.

Parque das Aves

Parque das Aves

Parque das Aves

Agora vamos à cerejinha do bolo dessa trip: O Parque Nacional do Iguaçu!

Vista da trilha em direção às Cataratas da Argentina

Se você for bom de pique conseguirá ver os dois lados das Cataratas em apenas um dia. É cansativo, mas valerá muito à pena, pois os cenários são completamente diferentes. Seguem algumas fotos logo abaixo para mostrar um pouco do que se pode esperar em cada fronteira.

Cataratas lado Brasil

No lado de nossos conterrâneos, a visitação para adultos custa R$ 50,30 (dica: leve sua identidade e comprove que é um cidadão do Mercosul para pagar esse preço) e pode ser realizada diariamente, das 9h às 17h. Ao contrário dos Lençóis Maranhenses, por exemplo, as Cataratas não possuem época específica e são admiradas durante todo o ano.

Cataratas lado Brasil

Uma vez dentro, saiba que atividades como caminhada, trilhas e até mesmo passeio de barco podem ser realizadas. A empresa Macuco Safari opera o passeio de barco + rafting nas Cataratas, mas já adianto que o preço é um tanto salgado: R$ 323,20/pp. Para mais informações, clique aqui.

Strike a pose, Zé!

What?

Já no lado argentino – que eu achei bem mais exuberante – o ticket de entrada deve ser pago na moeda local, ou seja, em pesos. São $ 500, ou algo em torno de R$ 80,00. Desse lado do parque você terá comodidades como wi-fi e a famosa sorveteria Freddo.

Cataratas lado Argentina

Como só tínhamos uma tarde, escolhemos o circuito da “Gargante del Diablo“, uma trilha de duas horinhas (calma, é bem tranquila até para os menos adeptos ao esportes) em direção a uma das paisagens naturais mais encantadoras de toda a minha vida! E ah! Lembre-se que o parque fecha às 17h em ponto.

Cataratas lado Argentina

Antes do anoitecer fomos ao centro da cidadezinha de Misiones. Aqui você encontra o famoso comércio de rua, com artigos que vão desde os deliciosos alfajores argentinos, ao doce de leite, sorvete, empanadas, etc. É um bom lugar para almoço ou jantar.

Comércio em Misiones, Argentina

Comércio em Misiones, Argentina

Comércio em Misiones, Argentina

Comércio em Misiones, Argentina

Outra dica para quem aprecia compras é o Duty Free Shop Puerto Iguazu, também em Misiones, na Argentina.

Misiones, Argentina

Dia 2 – Ponte da Amizade, Templo Budista, Mesquita Muçulmana, Marco das Três Fronteiras e Cassino Argentino

No Templo Budista

Sim, caros leitores, o título está correto: tivemos um dia que pareceu ser uma semana! Conforme mencionei lá encima, otimizamos ao máximo nosso roteiro para o fim de semana e, apesar de cansados na segunda-feira, todos voltamos com aquela sensação de dever cumprido. Ou melhor, cenários maravilhosos devidamente conhecidos!

Nos jardins do Templo Budista

Começamos o dia em direção a famosa Ponte da Amizade. Duas de nós somos formadas em Comércio Exterior, então já viu: só felicidade em cruzar a ponte! Para os leigos, na década de 1960 os então presidentes Castelo Branco – do Brasil – e Alfredo Stroessner – do Paraguai – inauguraram a ponte internacional como o marco do comércio exportador e importador de Foz do Iguaçu. Assim nasceu a Ciudad del Este, hoje o segundo maior centro urbano do país e a terceira maior zona franca de livre comércio do mundo, depois de Miami e Hong Kong (gracias, Wikipedia).

Em direção ao Paraguai

Dica: Muito, mas muito cuidado em atravessá-la durante o domingo. A fiscalização é péssima – nem ao menos olharam nossos passaportes e/ou identidade – e os riscos de assalto são grandes. Não vimos nada enquanto estávamos lá, mas as histórias percorrem pela região.

Se você visitar o centro comercial durante o final de semana verá que muitas lojas estarão fechadas, mas nunca o Shopping China. Optamos por focar as compras lá, pois sabíamos que os materiais não seriam falsificados ou de origens, dicamos, desconhecidas. Diversos ônibus e táxis cruzam a ponte diariamente e, caso você escolha a segunda opção, o custo desde o centro de Foz beira os R$ 50,00. Mas claro, tudo pode – e deve – ser negociado.

Casinha à caminho do Paraguai

À tarde seguimos em direção ao Templo Budista de Foz do Iguaçu. Não é cobrado nada pela entrada e caso você queira deixar uma contribuição ou comprar um par de velas e incensos para devoção ao seu Buda, pode facilmente contatar a pessoa responsável dentro do Templo.

Templo Budista, Foz do Iguaçu

Templo Budista, Foz do Iguaçu

Templo Budista, Foz do Iguaçu

É um lugar belíssimo e de muita paz, repleto de jardins verdinhos e estátuas gigantes budistas. De fato, parece ser um pedacinho do Tibet em terras brasileiras. O horário de funcionamento é de terça à domingo, das 9h:30 às 16h:30.

Templo Budista

Depois seguimos viagem em direção à Mesquita Omar Ibn Al-Khatab. Infelizmente, estava fechada para visitação no interior – não abre aos domingos -, porém só a fachada já vale o passeio.

Inaugurada pela comunidade islâmica em 1983, a Mesquita foi construída em homenagem à Omar, um dos mais poderosos e influentes califas entre 634-644 e fica aberta de segunda à sexta, das 09h às 11h30  e das 14h às 17h30. Já no sábado, o horário é das 09h às 11h:30. Assim como o templo budista, a entrada é gratuita.

Para foto da Mesquita, clique aqui.

Aos fãs de um bom doce árabe, de frente à saída da Mesquita tem uma lojinha ótima, a Albayan Doceria Árabe. Meus amigos que provaram, adoraram, apesar do preço não ser tão doce assim.

Mesquita de Omar ao fundo

O terceiro ponto turístico do dia foi o tão aguardado Marco das Três Fronteiras. Adianto a todos para não criar muitas expectativas, pois trata-se apenas de uma placa com as direções dos três países (ok, ok, eu que esperava algo muito mais mirabolante…. Mas, de fato, não foi.).  A entrada custou R$ 20,00/pp. (já considerando a contribuição voluntária para o Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu).

Marco das Três Fronteiras

Lembro bem de como fazia calor nesse local. Existe um parquinho com um enorme fontanário no interior, o que nos fez, a essa altura do dia, querer ainda mais chegar na piscina da pousada. Estávamos mortos de cansaço, mas o Marco merece ser visitado, pois trata-se de um ponto bacana e memorável. Afinal, não é todo dia em que estamos no centro de três países diferentes.

Encontro dos Rios Iguaçu e Paraná

O último passeio da viagem e da trip como um todo foi à ida ao Cassino Iguazú, do lado argentino da fronteira. Não sou fã de jogos e já havia tido essa experiência no cassino de Punta Del Este, no Paraguai. Então, para mim, foi uma noite de risadas entre perdas e ganhos de terceiros nas máquinas de caça níquel.

Em suma, foi uma experiência divertida, pois estar com doze amigos faz com que qualquer evento torne-se uma grande festa, não é mesmo?

Misiones, Argentina

Hospedagem

• Foz do Iguaçu – Pousada Evelina, R$ 114,57 o quarto para três. A pousada é ótima, com piscina e tudo! De excelente custo-benefício na região, além de contar com um café da manhã bem variado. Super recomendada!

Foz do Iguaçu, Brasil

Para os viajantes que, assim como nós, querem aproveitar um final de semana diferente mas têm pouca grana, essa viagem é uma boa pedida. No geral, os custos de Foz do Iguaçu não são altos e visitar as Cataratas é uma experiência única que nos mostra como a força da natureza é algo que merece a nossa admiração. Afinal, estar em contato com a natureza nos renova do dia-a-dia corrido e estressante, entre casa-trabalho-trabalho-casa.

Melhor squad nas Cataratas da Argentina

Checklist

Seguro obrigatório para brasileiros: Não

Vacina obrigatória para brasileiros: Não

Imigração e documentação: Para nós brasileiros, as fronteiras podem ser cruzadas apenas com a carteira de identidade (RG com menos de dez anos) ou o passaporte. No Paraguai, não pediram nenhuma documentação (bem louco!!). O fato curioso é que tive um carimbo de entrada na Argentina, porém dois se saída. Eu informei às autoridades do local que faltava a confirmação de uma entrada, mas ninguém me deu ouvidos. Parece que isso é algo recorrente por lá, portanto espero que nunca venha a me causar problemas em futuras visitas (rsrs).

Importância Global: As Cataratas do Iguaçu foram tituladas em 2011 como uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza.

 

♥ Gostou? Então curte minhas fotos dessa viagem no Instagram! Quer mais dicas e ajuda com a sua viagem? Peça já o seu roteiro totalmente personalizado!

(Visited 1.043 times, 1 visits today)