Grécia: Minhas Dicas Para Atenas

Atenas é a queridinha de muitos viajantes apaixonados por história. Temos Acrópole, mercados antiquíssimos de rua, comida boa, povo bonito, museus que respiram o berço da civilização e templos de arquitetura incrível. Tem como não se apaixonar pela cidade?

Templo de Zeus Olímpico, Atenas

Estive em Atenas por apenas dois dias completos e tive que priorizar muito o que visitar. Estava chegando do Cairo e seguiria para Istambul nos dias seguintes, então dormir/descansar não foi uma opção nessa trip (rsrs).

Aegina, Grécia

Infelizmente eu perdi o roteiro com os hotéis e tickets utilizados, então o post de hoje será um mix com as informações de minha memória e o que ando lendo nos meus blogs prediletos sobre viagem.

Caminhando por Plaka, Atenas

Você precisa saber agora:

Moeda: Euro

Golpinhos/dia: média de R$ 250,00 (considerando alimentação, locomoção, entrada nos principais pontos turísticos dentro de Atenas e hospedagem em hostel)

Se perder, vai ter que voltar: Visita à Acrópole de Atenas

Sobraram Golpinhos? Explore as ilhas próximas de Atenas e/ou conheça o Cabo de Sunião durante o pôr do sol

Aegina, Grécia

Hospedagem

Plaka, Atenas

Existem muitas boas opções de hospedagem em Atenas, desde os luxuosos hotéis até os famosos albergues procurados pelos mochileiros.

Plaka, Atenas

Como tive pouco tempo para desbravar a cidade, a escolha foi me hospedar bem próxima dos principais pontos turísticos. Ou seja, no centro, em Plaka.

O bairro tem uma estrutura tipicamente greco-latina e fica aos pés da Acrópole. E não me arrependo em nadinha de ter escolhido esse bairro!

Detalhes gregos

Dia 1 – Conhecendo Atenas

A boa notícia é que as atrações são relativamente perto uma das outras. O que quer dizer que: prepare suas pernocas para um dia cheio de caminhadas históricas.

Por dentro da Acrópole, Atenas

Comecei meu dia visitando a Acrópole, ainda bem cedinho para evitar o sol muito forte. Paguei 15€, pois estava com minha carteirinha de estudante internacional (para mais informações sobre a ISIC, clique aqui), mas o preço da inteira é o dobro.

Ok, calma… Esse custo inclui também acesso aos determinados pontos do complexo: Ágora Antiga, Ágora Romana, Teatro de Dionísio, Kerameikos, Templo de Zeus Olímpico e Biblioteca de Adriano.

Caminhando por Atenas

Caso você não esteja hospedado próximo (ao ponto de chegar andando), a dica é pegar o metrô das linhas 1 e 3 e descer na estação Monastiraki ou na Akropoli, pela linha 2. Para 90 minutos de serviço, o custo é de 1,40€; já para 24h de uso, 4,50€.

Detalhes da arquitetura em Atenas, Grécia

O complexo fica aberto diariamente, das 8h às 17h. Abaixo, as distâncias entre cada:

• Partenon de Atenas(31 m)
• Museu Kanellopoulos (144 m)
• Anafiotika (150 m)
• Teatro de Dionísio (178 m)
• Odeão de Herodes Ático (226 m)

Meu primeiro ponto visitado foi o Odeão de Herodes Ático, um antigo teatro localizado na vertente sul da Acrópole de Atenas, criado a mando de Herodes Ática em homenagem à sua mulher, Regilia.

Odeão de Herodes Ático

Em seguida, visite o Partenon: um templo criado e dedicado à Atena, deusa da civilização, sabedoria, justiça e estratégia em batalhas.

Por dentro da Acrópole

O Partenon é o mais conhecido dos edifícios remanescentes da Grécia Antiga e foi ornado com o melhor da arquitetura grega. Suas esculturas decorativas são consideradas um dos pontos altos da arte grega. É também símbolo duradouro da Grécia e da democracia, e é visto como um dos maiores monumentos culturais da história da humanidade.

Erecteion, templo grego consagrado à Atena e Posídon.

Pulei o Museu de Kanellopoulos, dedicado à evolução da arte e história grega, e segui para o bairro de Anafiotika, uma das áreas mais encantadoras de Atenas. Bem próximo de Plaka, aqui já encontram-se as casinhas brancas com tons azuis e alguns músicos de rua alegrando o dia de quem passa. Há muitos restaurantes por essa região e pode ser uma boa parada para o almoço (mas claro, os custos são mais elevados por aqui…).

Me perdendo e me achando por Atenas

Mais uma caminhada e estava na entrada do Teatro de Dionísio, onde os cidadãos da antiga Grécia se sentavam na colina para realizar cultos ao deus dos ciclos vitais, das festas, do vinho e do teatro.

Pelo complexo, deixei o Templo de Zeus Olímpico por último. Trata-se de uma ruína monumental dedicada à Zeus, o famoso rei dos deuses do Olimpo.

A construção original, feita de mármore do monte Pentélico (situado à noroeste de Atenas), tinha 104 colunas coríntias de 15 metros, das quais só se conservam 15, devido ao terremoto que atingiu a região na Idade Média.

Templo de Zeus Olímpico

Templo de Zeus Olímpico

À leste, tem-se a vista da Acrópole. O horário de funcionamento vai das 8h às 15h e para quem não aderiu o ingresso desde à Acrópole, o valor inteiro é de 12€.

Vista desde o Templo de Zeus Olímpico

Uma dica de coração é aproveitar o pôr do sol no Cabo de Sounion, uma península no sul de Ática, a quase 70km de Atenas. Nessa península temos um dos templos gregos mais bem conservados da Grécia, erguido em homenagem à Poseidon com o intuito de proteção às águas.

Para quem curtiu o dia passeando por Atenas, deixo duas dicas para seguir ao Cabo: alugando um carro ou via excursão, facilmente contratada nas agências do centro de Atenas.

Atenas, Grécia

Dia 2 – O passeio pelas Ilhas Sarônicas

Como não tive tempo nem grana de seguir viagem em direção às famosinhas Mykonos e Santorini, o jeito foi me enfiar numa excursão em direção às Ilhas Sarônicas – Hydra, Poros e Aegina -, no Golfo de Argos, Mar Egeu.

Hydra, Grécia

Hydra, Grécia

O passeio de um dia inteiro sai durante todo o ano, as o ideal – claro! – é curti-lo durante a primavera e o verão.

Detalhes de Hydra, Grécia

Hydra é uma ilha grega muito calma e linda de se passear. Com a exceção dos caminhões de recolha de lixo, os automóveis não são permitidos, o que deixa a maioria do transporte público da ilha a cargo dos burros e táxis aquáticos.

Detalhes de Hydra, Grécia

Foi um dos pontos do tour que mais gostei de explorar! Tem como não amar os detalhes arquitetônicos?

Hydra, Grécia

Hydra, Grécia

Para o passeio do dia todo, contratei uma empresa desde Atenas e paguei algo em torno de 90€, com direito a: pick up e drop off, almoço e excursão guiada ao Templo de Aphaia, em Aegina.

Hydra, Grécia

Detalhes de Hydra, Grécia

Para ser sincera, acho que o custo pode cair consideravelmente se sua contratação não for via agendamento online, como foi o meu caso. Na Grécia vale muito à pena seu poder de barganha!

Hydra, Grécia

Logo depois tivemos uma parada na Ilha de Poros, que possui um cenário diferenciado em comparação à Hydra.

Poros, Grécia

Aqui já nota-se mais a vegetação e a presença de transportes públicos. A estrutura da ilha é bem maior, apesar de não possuir um aeroporto.

Poros, Grécia

Poros, Grécia

Poros, Grécia

Nossa última parada foi em Aegina, onde troquei a visita ao Templo por um maravilhoso e necessário banho de mar!

Aegina, Grécia

Aegina, Grécia

Localizada a 27km desde Atenas, essa ilha possui uma área de cerca de  87 km², sendo dois terços da ilha formados por um vulcão extinto.

Aegina, Grécia

Aegina, Grécia

Ao final do dia, fica a dica de conhecer o Flea Market, ou Mercado de Pulgas grego. O mais famoso é o Monastiraki, iniciado na praça que leva o seu nome.

Perca-se pelas ruelas, pois essa é, sem dúvidas, uma das atividades mais gostosas de se fazer durante uma visita à Atenas!

Hydra, Grécia

Checklist

Seguro obrigatório para brasileiros: Sim

Vacina obrigatória para brasileiros: Não.

Imigração: Não tive problemas na entrada.

Documentação para brasileiros: Passaporte com, no mínimo, 6 meses de validade.

Importância Global: A Grécia é o berço da história mitológica e – no mínimo – será uma profunda aula de história aos seus olhos! Atenas tem dois Patrimônios Mundiais da UNESCO: a Acrópole e o Mosteiro de Dafne, localizado a 11km desde o centro de Atenas.

 

♥ Gostou? Então curte minhas fotos dessa viagem no Instagram! Quer mais dicas e ajuda com a sua viagem? Peça já o seu roteiro totalmente personalizado!

(Visited 105 times, 1 visits today)